sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Letras de músicas - Krypton

Hoje estou postando algumas letras de músicas do grupo romeno Krypton. Já postei anteriormente um link para algumas músicas deles, e aqui estão as letras de duas dessas músicas:

Krypton
Tu ai ceva în plus

Am răscolit tot pamântul
Tot la tine am ajuns
Tu ai ceva în plus
Într-o mie de gânduri
Ochii tăi m-au convins
Tu ai ceva în plus

Ascultă
Ascultă-mi inima
Îţi spune
Îţi spune ceva

[Refrão]
Nu e în lumea asta
O fată că tine
Să mă înţeleagă
Atât de bine
Nu e în lumea asta
O fată că tine
Nu e în lumea asta
Nimeni că tine

Tu ai ceva în plus
Te-am strigat printre stele
Şi-am trezit tot pamânul
Să te găsesc

Ascultă
Ascultă-mi inima
Îţi spune
Îţi spune ceva

[Refrão]
Nu e în lumea asta
O fată că tine
Să mă înţeleagă
Atât de bine
Nu e în lumea asta
O fată că tine
Nu e în lumea asta
Nimeni că tine




Krypton
Mă prefac in ploi

Mă prefac in ploi
Şi alunec pe genele tale lungi
Mă prefac in ploi
Mă prefac in ploi
Ne-am strange în brate amândoi
Prin ploi

Spui c-o viaţa intreagă ai stat lângă mine mereu
La fel ca tine simt şi eu
Fără diplome-n magie
Fără tot, tot ce faci
Pentru că mult, prea mult îmi placi

[Refrão]
Mă prefac în ploi
Ce-ţi udă părul tău
Şi alunec pe genele tale lungi
Pe buze mă opresc
Să gusti
Dac-ai şti că sunt
Ploaia ce-a început
În stradă ai dansa şi-n zori
Ne-am strange în braţe amândoi
Prin ploi

Când m-ai văzut în fel şi chip
Toată ziua lângă tine
Te întrebi ce-o fi cu mine
Şi-atunci când dormi
Prin vise mă strecor
E noapte său zi?
Sunt îngerul tău pazitor

Mă prefac in ploi
Mă prefac in ploi

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

O que seria do mundo sem a Romênia...

Dicionário online romeno-inglês-romeno

Muito bom, encontrei esse dicionário online romeno-inglês-romeno logo nos meus primeiros anos aprendendo o idioma romeno, e me foi muito útil. Espero que seja útil pra quem está estudando e tenha um conhecimento básico de inglês:

http://tradusrl.com/

Tem até algumas expressões idiomáticas, vale a pena dar uma olhada.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Hino Nacional da Romênia (completo)


Em homenagem ao dia 1º de dezembro, "Ziua Marii Uniri", Dia da União na Romênia:



Deşteaptă-te, române, din somnul cel de moarte,
În care te-adânciră barbarii de tirani
Acum ori niciodată croieşte-ţi altă soartă,
La care să se-nchine şi cruzii tăi duşmani.

Acum ori niciodată să dăm dovezi în lume
Că-n aste mâni mai curge un sânge de roman,
Şi că-n a noastre piepturi păstrăm cu fală-un nume
Triumfător în lupte, un nume de Traian.

Înalţă-ţi lata frunte şi caută-n giur de tine,
Cum stau ca brazi în munte voinici sute de mii;
Un glas ei mai aşteaptă şi sar ca lupi în stâne,
Bătrâni, bărbaţi, juni, tineri, din munţi şi din câmpii.

Priviţi, măreţe umbre, Mihai, Ştefan, Corvine,
Româna naţiune, ai voştri strănepoţi,
Cu braţele armate, cu focul vostru-n vine,
"Viaţa-n libertate ori moarte" strigă toţi.

Pre voi vă nimiciră a pizmei răutate
Şi oarba neunire la Milcov şi Carpaţi
Dar noi, pătrunşi la suflet de sfânta libertate,
Jurăm că vom da mâna, să fim pururea fraţi.

O mamă văduvită de la Mihai cel Mare
Pretinde de la fii-şi azi mână d-ajutori,
Şi blastămă cu lacrămi în ochi pe orişicare,
În astfel de pericul s-ar face vânzători.

De fulgere să piară, de trăsnet şi pucioasă,
Oricare s-ar retrage din gloriosul loc,
Când patria sau mama, cu inima duioasă,
Va cere ca să trecem prin sabie şi foc.

N-ajunge iataganul barbarei semilune,
A cărui plăgi fatale şi azi le mai simţim;
Acum se vâră cnuta în vetrele străbune,
Dar martor ne e Domnul că vii nu o primim.

N-ajunge despotismul cu-ntreaga lui orbie,
Al cărui jug de seculi ca vitele-l purtăm;
Acum se-ncearcă cruzii, cu oarba lor trufie,
Să ne răpească limba, dar morţi numai o dăm.

Români din patru unghiuri, acum ori niciodată
Uniţi-vă în cuget, uniţi-vă-n simţiri.
Strigaţi în lumea largă că Dunărea-i furată
Prin intrigă şi silă, viclene uneltiri.

Preoţi, cu crucea-n frunte căci oastea e creştină,
Deviza-i libertate şi scopul ei preasfânt.
Murim mai bine-n luptă, cu glorie deplină,
Decât să fim sclavi iarăşi în vechiul nost'pământ.

domingo, 29 de novembro de 2009

Música popular da Romênia

O título desta postagem já diz tudo.
Coloquei um link logo abaixo para fazer o download de algumas músicas, de uma cantora chamada Adriana, não sei o sobrenome dela, na verdade não sei nada sobre esta cantora, conheço apenas o trabalho dela.

Clique no link abaixo para fazer o download (arquivo .zip de 53 MB - contém 14 arquivos mp3):
Clique aqui!

Músicas: Copilul de Aur & Laura Vass

Estou postando hoje quatro músicas da dupla Sorinel de Copilul de Aur e Laura Vass.
Junto com os links, postei a letra das músicas (exceto a da música "Hai la mare", pois ainda não consegui entender tudo o que dizem).

Eşti fiţos, mare fiţos
Sorinel Copilul de Aur & Laura Vass
Baixe esta música aqui: Clique aqui

Aseara mi-am tras mare gagic
El are talent şi mare şic
El este ce vreau eu
El are stilul meu
Este tot ce mi-am dorit mereu
El este ce vreau eu
El are stilul meu
Este tot ce mi-am dorit mereu

[Refrão 2x]
Eşti fiţos, mare fiţos
Pe placul meu
Arăţi bine, eşti frumos
Eşti genul meu
Am fiţii care-ţi plac ţie
Eu sunt unu la o mie
Eu sunt genul care-ţi place
Şi te atrage

Ţie ţi-a placut vrajeala mea
Şi-am intrat la inimioara ta
Eu sunt diferit
Tot sunt şmecherit
De fraieri te-ai plictisit
Eu sunt diferit
Tot sunt şmecherit
De fraieri te-ai plictisit

[Refrão 2x]
Eşti fiţos, mare fiţos
Pe placul meu
Arăţi bine, eşti frumos
Eşti genul meu
Am fiţii care-ţi plac ţie
Eu sunt unu la o mie
Eu sunt genul care-ţi place
Şi te atrage





Cât aş vrea să-ţi văd ochii
Sorinel Copilul de Aur & Laura Vass
Baixe esta música aqui: Clique aqui

Când nu eşti lânga mine tu
Pe loc îmi piere zâmbetul
Şi inima pare că-mi ia foc
Eu fără tine n-am noroc
Când nu eşti lânga mine tu
Pe loc îmi piere zâmbetul
Şi inima pare că-mi ia foc
Eu fără tine n-am noroc

[Refrão 2x]
Cât aş vrea să-ţi văd ochii
Cât aş vrea să-ţi simt gura
Să îţi simt caldura ta
Cât aş vrea să-ţi văd ochii
Cât aş vrea să-ţi simt gura
Să-ţi ascult inimioara

Eşti iubirea mea dintâi
Viaţa mea
Şi aşa o să ramâi
Inima mea

Te-am visat când îmi spuneai
Că doar pe mine mă ai
Şi în braţe te strângeam
Şi ochii-ţi sarutăm
Te-am visat când îmi spuneai
Că doar pe mine mă ai
Şi în braţe te strângeam
Şi ochii-ţi sarutam

[Refrão 2x]
Cât aş vrea să-ţi văd ochii
Cât aş vrea să-ţi simt gura
Să îţi simt caldura ta
Cât aş vrea să-ţi văd ochii
Cât aş vrea să-ţi simt gura
Să-ţi ascult inimioara





Cine e inima mea
Sorinel Copilul de Aur & Laura Vass
Baixe esta música aqui: Clique aqui

Ce s-a întâmplat
Că nu mă mai vrei
Ştiu că mă iubeşti
Eu văd în ochii tăi
Chiar de ţi-am greşit
Azi-mi pare rău
Aş dori din suflet
Să fiu iar al tău

Am crezut în tine
Dar m-am înşelat
Te-am văzut cu altă
Când te-a sarutat
Eu nu meritam
Prea mult te iubeam
Şoapte de iubire false
Îţi ascultam

[Refrão]
Cine e inima mea
Cine e dragostea mea
Spune ce te-am făcut
Să pleci din viaţa mea
M-ai minţit de când te ştiu
Şi mi-am dat seamă prea târziu
Hai du te la ea de tot
Eu nu te mai suport
Ştiu că sunt inima ta
Ştiu că sunt dragostea ta
N-am să plec din viaţa ta
Nicicând iubirea mea
Îmi cer iertare, viaţa mea
Îmi cer iertare în faţa ta
Şi din suflet îţi promit
Că n-am să te mai mint
Degeaba ceri iertare-acum
Poate eu mi-am ales alt drum
Ţi-ai dat seamă prea târziu
Să înţelegi ce simt

Nopţi întregi plângeam
Şi ochii îmi luau foc
Acum plângi şi tu
Şi îmi ceri să ma-ntorc
Ştiu că te-am iubit
Dar nu pot să te iert
Poţi să spui orice
Dar eu nu te mai cred
Ce te porţi aşa de rău
Cu mine acum?
Tu vrei să ajung
Să plâng că un nebun?
Ştiu că am greşit
Şi vreau să mă ierţi
Eu sunt vinovat
Şi poţi că să mă cerţi

[Refrão]
Cine e inima mea
Cine e dragostea mea
Spune-mi ce te-am făcut
Să pleci din viaţa mea
M-ai minţit de când te ştiu
Şi mi-am dat seamă prea târziu
Hai du te la ea de tot
Eu nu te mai suport
Ştiu că sunt inima ta
Ştiu că sunt dragostea ta
N-am să plec din viaţa ta
Nicicând iubirea mea
Îmi cer iertare, viaţa mea
Îmi cer iertare în faţa ta
Şi din suflet îţi promit
Că n-am să te mai mint
Degeaba ceri iertare-acum
Poate eu mi-am ales alt drum
Ţi-ai dat seamă prea târziu
Să înţelegi ce simt





Hai la mare
Sorinel Copilul de Aur & Laura Vass
Baixe esta música aqui: Clique aqui

Oooh... la mare
Oooh... la mare

Hai la mare
Toate fetele şucare
Hai la mare
Voi băieţii cu palare

Soarele mă arde
Şi ascult manelele
Terasele sunt pline
Cântă cu mine, fetele

[Refrão 2x]
Vără asta suntem toţi la mare
Uităm de casa şi plecăm la soare
Cântă cu mine până la răsărit
Marea te face fericit

Ainda não tenho a letra completa desta música, e é possível ter algum erro ortográfico no trecho acima!
Se você tiver a letra completa desta música, eu agradeço se me enviar, e postarei aqui :)

domingo, 22 de novembro de 2009

Vampiro real?

Há algum tempo atrás eu soube de uma notícia da Romênia. No ano de 2003, em uma pequena comunidade chamada Celaru, mais precisamente na vila de Marotinu de Sus, no condado de Dolj, ocorreu um fato que parece ser uma história de "vampiro" real. Encontrei hoje uma reportagem sobre o acontecido. O problema é que está em inglês, mas quando der eu traduzo, para quem não consegue ler inglês.



The fate of Petre Toma's corpse seemed to belie his reputation as an
ordinary labourer in the fields that encircle the remote village of
Marotinu de Sus in south-west Romania.
'They took out his heart, burnt it and drank the ashes in a glass of
water,' says Elisabeta Marinescu, who was a neighbour of Toma's. After
a life of sporadic illness, immoderate drinking and a final, decisive
accident in the fields, Toma died in December 2003. But, so many here
say, his spirit would not lie quiet.
'His own sister complained that her daughter-in-law had fallen ill and
that Petre was to blame - she said he had become a strigoi and
something must be done,' recalls Marinescu.
What six local men did was enact an ancient Romanian ritual for
dealing with a strigoi - a restless spirit that returns to suck the
lifeblood from his relatives. Just before midnight, they crept into
the cemetery on the edge of the village and gathered around Toma's
grave.
Then they dug him up, split his ribcage with a pitchfork, removed his
heart, put stakes through the rest of his body and sprinkled it with
garlic. Then they burnt the heart, put the embers in water and shared
the grim cocktail with the sick woman. More than a year later, the
effect of the macabre ritual still reverberates through the village:
'Well, the sick woman got better again, so they must have done
something right,' says Anisoara Constantin, on what constitutes the
village's main street.
There, cows and grubby geese sway and horses pull carts past old men
who sit motionless in the shade of a few broad trees. The air seethes
with birdsong and the noises of farm animals tethered in dung-strewn
back yards. Time moves slowly and ritual and superstition shape the
lives of peasants who gained little under communism and even less from
the aristocracy that came before and the free market that followed it.
They fear curses and the evil eye and, though some claimed not to fear
the undead, none would condemn the six men for doing what they
believed was right to lay a restless strigoi .
Local police appeared to be less understanding. After Toma's daughter
complained, they arrested the men and charged them with illegally
exhuming his corpse. They were sentenced to six months in jail, but
did not serve it. 'No one is bothered who did it, it's their own
business,' declared 80-year-old Tudor Stoica, shading his face with a
fraying hat. 'This ritual often takes place, but in secret, within the
family. The problem comes when the police get involved.'
He said the strigoi had haunted Romanian nightmares for centuries,
describing it as 'a fiendish thing, ungodly, that wants to do evil. It
brings illness, makes inexplicable noises and is invisible.'
But, just as Bram Stoker blended age-old fears of the undead with the
legend of 15th-century Transylvanian ruler Vlad 'Dracul' Tepes to
create Dracula, so tales of the strigoi often carry a whiff of the
vampire: the men who exhumed the corpse of Petre Toma, for instance,
claimed to have seen fresh blood around its mouth.
In the village of Celaru, a few miles from Marotinu de Sus, Maria
Dragomir, 76, recalls hearing about scores of similar events. A child
born feet-first or with bits of placenta still attached carries a
lifelong mark of a potential strigoi and, when he dies, knitting
needles must be forced through his heart and navel to stop him
haunting the living, she says.
Dragomir makes up little bags that locals put beneath the heads of the
dead. They contain grain, small stones, a comb, a mirror and an apple,
a combination that some believe capable of persuading a strigoi to lie
quiet.

Daniel McLaughlin
The Observer

Novelas brasileiras na Romênia

As novelas brasileiras são particularmente um sucesso mundo afora.
A Romênia é um dos muitos países que importam um pouco dessa nossa cultura.

Veja como a novela "O Clone" é exibida na AcasaTV:

Nomes esquisitos de comunas na Romênia

Quem conhece a geografia da Romênia sabe que ela é dividida em regiões como se fossem estados, mas chamam-se condados. Nesses condados existem 3 tipos de unidades admnistrativas: municípios, cidades e comunas. Algumas comunas tem nomes que podem soar esquisito em português. Quais desses nomes você acha que soa mais esquisito? Caso queira verificar, procure na Wikipedia :)

Cociuba Mare (ver na Wikipedia)
Bucerdea Granoasa (ver na Wikipedia) (site oficial)
Bordei Verde (ver na Wikipedia)
Pipirig (ver na Wikipedia)
Grojdibodu (ver na Wikipedia)
Chiojdeanca (ver na Wikipedia) (site oficial)
Horoatu Crasnei (ver na Wikipedia)
Cocorastii Mislii (ver na Wikipedia)
Odorheiu Secuiesc (ver na Wikipedia) (site oficial)
Sarmizegetusa (ver na Wikipedia) (site oficial)
Bocicoiu Mare (ver na Wikipedia)
Topolovatu Mare (ver na Wikipedia)
Aricestii Rahtivani (ver na Wikipedia)
Giurtelecu Simleului (ver na Wikipedia)
Seica Mica (ver na Wikipedia)
Becicherecu Mic (ver na Wikipedia) (site oficial)
Mitocu Dragomirnei (ver na Wikipedia)
Uileacu de Beius (ver na Wikipedia)
Suplacu de Barcau (ver na Wikipedia) (site oficial)
Gura Humorului (ver na Wikipedia) (site oficial)
Podu Iloaiei (ver na Wikipedia)
Cuzdrioara (ver na Wikipedia)
Salatrucu (ver na Wikipedia)
Cornu (ver na Wikipedia)
Sacu (ver na Wikipedia)
Pir (ver na Wikipedia)
Ip (ver na Wikipedia)

Você sabia que...

...o sistema governamental da Romênia é a Democracia Parlamentar (a Romênia é uma República Democrática)?
...a independência da Romênia foi declarada em 10 de maio de 1877 (pela Guerra da Independência Romena), mas só foi reconhecida um ano depois, em 13 de julho de 1878 (pelo Tratado de Berlim)?
...o dia nacional da Romênia (Dia da União) é o dia 1° de dezembro?
...a população total da Romênia de acordo com o censo de 2005 é de 22,329,977 habitantes, fazendo do país o 49° mais populoso do mundo?
...a densidade populacional na Romênia é de 93.7 hab/km², fazendo do país o 79° mais densamente populado do mundo?
...o nome da unidade monetária na Romênia é o Leu, mas que em breve será o Euro?
...o índice de desenvolvimento humano (IDH) da Romênia era 0.792 em 2003, fazendo do país o 64° mais desenvolvido do mundo?
...o IDH do Brasil já foi (ou ainda é) maior que o da Romênia?
...o código telefônico da Romênia é +40?
...as coordenadas geográficas da Romênia são: 44º25 N 26°06 E ?
...a área geográfica total da Romênia é de 230,340 km², sendo assim o 78° maior país do mundo?
...que a capital da Romênia se chama Bucareste?
...que os idiomas mais falados na Romênia são romeno, húngaro e alemão?
...que 98,4% da população romena acima dos 15 anos sabem ler e escrever perfeitamente? Homens letrados são 99,1%, mulheres letradas são 97,7%, de acordo com estimativas de 2003.
...que as maiores religiões na Romênia são Catolicismo Ortodoxo(86,8%), Protestantismo (7,5%) e Catolicismo Romano (4,7%)?
...que a expectativa de vida na Romênia é de 71,35 anos? (homens 67,86 anos; mulheres 75,06 anos)
...que em 2003, 4,3 milhões de romenos tinham telefone fixo em casa?
...que em 2003, 6,9 milhões de romenos tinham telefone celular?
...que em 2003, 4 milhões de romenos são usuários da Internet?

Condados e Maiores Cidades da Romênia

Aqui está um mapa político da Romênia, mostrando a divisão dos condados. Um condado na Romênia é como um estado no Brasil, mas tem suas diferenças.


Maiores Cidades da Romênia

NomePopulação (em 2002)
Bucureşti (Bucareste)2,082,334
Iaşi320,888
Cluj-Napoca317,953
Timişoara317,660
Constanţa310,471
Craiova302,601
Galaţi298,861
Braşov284,595
Ploieşti232,527
Brăila216,292
Oradea206,616
Arad183,939
Bacău175,500

Krypton

Krypton é um grupo musical romeno que toca um som pop/rock.
Coloquei um arquivo .zip com 10 músicas deles, que é uma compilação de músicas de vários álbuns diferentes.

Clique no link abaixo para baixar o arquivo .zip (33.0 MB total)
Krypton.zip

Vocabulário Básico da Língua Romena

Hoje estou postando um documento com um pouco do vocabulário básico da língua romena. Palavras de uso comum, relacionadas por temática, como "casa", "natureza", "corpo humano". Isto significa que as palavras sob o título "casa" são palavras que estão relacionadas a uma casa (suas partes, móveis, etc), e sob o título "natureza", palavras relacionadas à coisas que se encontram na natureza em geral.

O meu objetivo com essas tabelas, é apresentar um mínimo do vocabulário romeno para as pessoas que estão começando a estudar o idioma. Dessa forma, estudando a gramática, você tem aqui um monte de palavras de todos os tipos para poder usar em frases diversas.

Além disso, achei legal indicar ao lado da palavra em romeno (quando possível), a origem etimológica dela, pra mostrar que o vocabulário da língua romena tem palavras de diversas origens. A origem das palavras eu encontro em um programa de computador que funciona como um dicionário explicativo romeno, ou seja, não há tradução, são apenas as palavras, o que elas significam e a origem delas, como se fosse um dicionário Aurélio da língua portuguesa.

Obs.: Na coluna “Origem” quando houver um “?” significa que, ou a origem da palavra é desconhecida, ou eu não consegui encontrar a origem no dicionário, e de qualquer forma não foi possível incluir na tabela.

Como diriam os estudantes de inglês: "The book is on the table.";
Os estudantes de romeno dizem: "Cartea e pe masa."

Clique no link abaixo para baixar o documento (arquivo .doc do Microsoft Word):
Vocabulário Básico da Língua Romena.doc

domingo, 15 de novembro de 2009

Estilo Manele e outras músicas

Hoje resolvi postar um link para algumas músicas da Romênia. Como eu já as escuto há bastante tempo, deixei até um comentário em cada link, falando sobre como é a música e o que eu acho dela. Estas são algumas das músicas que eu mais gosto, espero que vocês gostem também. Estas músicas são de um estilo musical particular e típico da Romênia: o Manele (exceto por uma).

O Manele é um estilo musical com diversas influências, como a música cigana, turca e árabe. Em geral, o gênero Manele é fácil de reconhecer pelos seguintes motivos:

- A letra das músicas é quase sempre repetitiva e tipicamente (mas nem sempre) contém diversas frases e/ou palavras que se referem à riqueza, dinheiro, poder, fama, festa, farra, bebidas, ficar bêbado, muitas mulheres bonitas (quando o cantor é homem), algumas vezes com conotação sexual, muitas vezes dando a impressão de que o cantor ou cantora quer "se aparecer" ou "contar vantagem".

- A letra de algumas músicas contém referências à violência e até morte contra o que eles chamam de "inimigos" (seja lá quem forem). Por esses e outros motivos, este gênero é considerado por muitos como um estilo pobre, música barata - a grande maioria dos cantores de Manele produzem seus próprios trabalhos em estúdios de gravação pessoais, pois as gravadoras famosas, de grande porte, não trabalham com Manele.

OBS: Quero ressaltar que isso não é a minha opinião, eu gosto muito de Manele, é um dos meus estilos preferidos, e não acho que seja um "estilo pobre", mas é o que a maioria pensa, por isso o Manele é um gênero musical alvo de preconceitos.

- Os instrumentos são todos sintetizados. Geralmente quando a música é gravada, não há uma banda tocando.

- Este estilo é tipicamente relacionado aos ciganos pela maioria da população romena, embora os ciganos neguem que haja uma relação direta entre o estilo musical próprio dos ciganos e o Manele. Lembre-se que na Romênia existem milhares de ciganos, e eu acredito que a maior população de ciganos vive hoje na Romênia. Creio que a maioria dos cantores de Manele sejam descendentes do povo roma (ciganos), e alguns até cantam em romani (idioma dos ciganos).

- Algumas músicas são muito "onomatopéicas", eles "gritam" muito e soa estranho (leia-se: engraçado) para quem não está acostumado. Geralmente você não consegue escutar sem dar pelo menos um sorriso (talvez esse seja o jeito brasileiro de achar graça de tudo).

- Quando você escuta algumas músicas desse estilo, às vezes você lembra dos árabes e dos turcos, pois eles cantam de um "jeito" parecido.

- É muito difícil encontrar os cantores de Manele no Google, mas não sei o porquê disso. Um dos cantores de Manele que você consegue encontrar fotos e informações no Google é conhecido como Sorinel Copilul de Aur (Sorinel Criança de Ouro). Me parece que ele é bem famoso, e até já fez (ou ainda faz) parte do cinema romeno. Essa foto na postagem é dele.



Bom, em seguida eu deixei os meus comentários sobre as músicas que eu incluí no arquivo que você pode fazer o download ali embaixo, no final dessa postagem.

"Liviu Mititelu - Pentru un sărut"
Apesar da letra desta música em particular ser um pouco "xarope" e repetitiva, eu acho legal o som dela

"Alex - Jurnalul unei fete"
Esta música não é Manele, é pop. Sempre que eu escuto essa música, eu tenho a impressão de que os romenos conhecem bem o Brasil. Se você escutar até o fim, certamente vai ter essa impressão também. E esse cantor me lembra o Latino aqui do Brasil...

"Nicolae Guţa - Doamne ia-mi zilele grele"
Esta música também é bastante repetitiva, mas o som é legal. Nela dá pra perceber bem a influência dos ciganos.

"Liviu Guţa - De cine mi-e dor"
Esta música me lembra a Arábia Saudita, mas não me pergunte o porquê (eu não sei por quê).

"Liviu - Nopţile noastre"
Esta música originalmente era um Manele, mas esta versão é um "remix" que toca (ou tocava) nas baladas. Se você escutar essa música, tenho certeza que vai conseguir se imaginar numa balada de sexta-feira na noite romena.

"Florin Peşte & Diana - Dă-mi un semn"
Outra música repetitiva. Lembre que eu falei que isso é típico: o Florin canta uma estrofe, e repete a mesma estrofe logo depois; então ele canta o refrão; a Diana canta mais uma estrofe, e repete a mesma estrofe logo depois; o Florin repete o mesmo refrão de antes; o Florin repete a primeira estrofe da música; a Diana repete a segunda estrofe da música; o Florin repete duas vezes o mesmo refrão (repete cinco vezes no total)... Mas ainda assim a música consegue ser legal, só porque é romena, então vale a pena!

"Babi Minune - Non stop"
Esse menino tem só 12 anos de idade e já tem uma voz muito única, ele grita bastante nessa música que é bem "onomatopéica", e talvez seja isso que faz esse som tão legal. Dá pra notar bem as influências da música do Oriente Médio e da música cigana. Se você não está acostumado com música daquela região, vai achar essa música bem engraçada.

"Asu - Spargeţi păharele"
Esta música é bem "onomatopéica", e me lembra a Grécia e os gregos, mas não sei por quê (eu acho que é por causa do título "Spargeţi păharele" que significa algo como "Quebre os copos/vidros"...)

"Nicolae Guţa - Ţeapa"
Eu incluí essa música porque é muito engraçada, é daquelas que você não consegue escutar sem rir (eu não consigo). Eu não entendo muito do que ele diz nessa música, então eu não sei sobre o que ele fala, mas a letra é esquisita demais. Até hoje só consegui entender as partes em que ele repete: "Ţeapa, ţeapa, ţeapa... Ţeapa ţeapa, ţeapa... Ţeapa!" e a parte em que ele diz "Tanga tanga, banga banga"... Ah, alguém aí sabe o que significa "ţeapa"? Bom, apesar de tudo, o som é bem legal e de certa forma é perturbador. Dica: Use esta música a todo volume se quizer acordar alguém de um sono profundo.

"Vio de la Deva - Pe ei vere"
Esta música é Manele puro. Nela você percebe quase tudo o que eu citei antes, sobre a letra com referências à riqueza (quando ele diz "am noroc de bani şi de femei" = "tenho sorte de dinheiro de de mulheres"... sorte no amor e nos negócios?"), cantor "se achando" o tal (quando ele grita "şmecherul şmecherilor!" = "o esperto dos espertos!"), fama e mulheres (quando ele diz "am lângă mine femei de clasă şi toţi băieţii mă invidiază" = "tenho em volta de mim mulheres de classe e todos os caras têm inveja de mim"), que são temas típicos e recorrentes do estilo Manele.

"Sorinel Pustiu - Pentru mine cântă muzică"
Manele típico. O cantor fica o tempo todo "se achando" (tem uma parte em que ele declara: "Mi-a dat Dumnezeu noroc (...)" = "Deus me deu sorte"). Eu simplesmente gosto dessa música. Dá pra imaginar uma rodinha de ciganos tocando seus instrumentos e fazendo farra...

Em futuras postagens, eu vou colocar mais links para músicas romenas. Da próxima vez serão músicas populares da Romênia (muzică românească).

Clique no link a seguir para fazer o download do arquivo contendo essas músicas.
Observação: O arquivo é grande - são 11 arquivos .mp3 comprimidos em um único arquivo .rar de 50mb. Outro detalhe, o chato do 4Shared é que você depois de clicar no botão "Download now", precisa esperar, o que, 40 segundos antes do link aparecer, então o negócio é ter paciência (eu não tenho paciência)...

Clique com o botão esquerdo!

Pacote de Música Romena 1.rar

Se estiver disposto(a), deixe-me um comentário e diga o que achou.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Verbos romenos - Parte 1

Os verbos na língua romena se flexionam em diversas formas para indicar modo, tempo, pessoa, número, gênero e voz. Apresento neste texto as características principais dos verbos romenos.

Conjugações
Os verbos romenos no infinitivo possuem desinências que inidicam o tipo de conjugação, assim como na língua portuguesa.

1ª conjugação - Verbos terminados em -a
2ª conjugação - Verbos terminados em -ea
3ª conjugação - Verbos terminados em -e
4ª conjugação - Verbos terminados em -i ou –î

Exemplos do verbo irregular a fi (ser/estar) nos tempos e modos mais comuns

Tempo presente, modo indicativo
Eu sunt
Tu eşti
El este
Ea este
Noi suntem
Voi sunteţi
Ei sunt
Ele sunt

Tempo pretérito perfeito, composto, modo indicativo (usa verbo auxiliar a avea)
Eu am fost
Tu ai fost
El a fost
Ea a fost
Noi am fost
Voi aţi fost
Ei au fost
Ele au fost

*Obs: Existe também uma forma de pretérito perfeito simples, sem uso de verbo auxiliar, porém é uma forma usada apenas em algumas poucas regiões da Romênia. Leia a gramática completa para saber mais.

Tempo pretérito imperfeito, modo indicativo
Eu eram
Tu erai
El era
Ea era
Noi eram
Voi eraţi
Ei erau
Ele erau

Tempo futuro do presente, composto, modo indicativo (usa uma construção com a partícula do subjuntivo “să”)
Eu o/am să fiu
Tu o/ai să fii
El o să fie
Ea o să fie
Noi o să fim
Voi o să fiţi
Ei o să fie
Ele o să fie

*Obs: Existe também uma forma de futuro do presente mais simples, usando apenas o verbo “a voi” como auxiliar, por exemplo: eu voi fi, tu vei fi, el va fi... porém esta forma não é usada no dia-a-dia, é uma forma mais literária. Veja a gramática completa para saber mais.

Tempo presente, modo optativo-condicional (indica vontade ou condição)
Eu aş fi (= eu seria / eu queria ser)
Tu ai fi (= tu serias / tu querias ser)
El ar fi (= ele seria / ele queria ser)
Noi am fi (= nós seríamos / nós queríamos ser)
Voi aţi fi (= vocês seriam / vocês queriam ser)
Ei ar fi (= eles seriam / eles queriam ser)
Ele ar fi (= elas seriam / elas queriam ser)

Tempo presente, modo presumptivo (indica suposição ou dúvida)
Eu o fi (= eu devo estar)
Tu oi fi (= tu deves estar)
El o fi (= ele deve estar)
Noi om fi (= nós devemos estar)
Voi oţi fi (= vocês devem estar)
Ei or fi (= eles devem estar)
Ele or fi (= elas devem estar)

*Obs: Não me parece que o modo presumptivo seja muito usado no dia-a-dia, mas vale a pena ao menos saber que ele existe.

Exemplos do verbo regular da 1ª conjugação a cânta (cantar)

Eu cânt
Tu cânţi
El cântă
Ea cântă
Noi cântăm
Voi cântaţi
Ei cântă
Ele cântă

Exemplos do verbo regular da 2ª conjugação a tăcea (calar-se)

Eu tăc
Tu taci
El tace
Ea tace
Noi tacem
Voi taceţi
Ei tac
Ele tac

Exemplos do verbo regular da 3ª conjugação a merge (ir)

Eu merg
Tu mergi
El merge
Ea merge
Noi mergem
Voi mergeţi
Ei merg
Ele merg

Exemplos do verbo regular da 4ª conjugação a fugi (fugir)

Eu fug
Tu fugi
El fuge
Ea fuge
Noi fugim
Voi fugiţi
Ei fug
Ele fug

Fonologia do Idioma Romeno

Escrevi esta postagem em uma tentativa de apresentar a fonologia da língua romena para aqueles que não estão familiarizados, ou que simplesmente não tem conhecimento, de lingüística geral. Procurei explicar os sons das letras do alfabeto romeno, sem recorrer aos "símbolos estranhos" do Alfabeto Fonético Internacional, nem às descrições um tanto "obscuras" da fonética, com relação aos sons de letras, como "oclusiva", "palatal", "fricativa velar", "fricativa labial", "glotal", "lateral", etc. Tentei simplesmente aproximar os sons de letras do alfabeto romeno (que é praticamente fonético, isto é, cada letra corresponde a um único som) com os sons das letras do alfabeto português (que claramente não é fonético). Espero que esta explicação possa dar uma idéia geral da forma como pronunciamos as palavras em romeno.

Ah, um detalhe que quero comentar sobre o alfabeto romeno:
Letras com um diacrítico (símbolo encima ou embaixo) como as letras ă / â / î / ş / ţ, são consideradas letras separadas das letras sem tais símbolos. Portanto, "Ă" "Â" e "A" são três letras diferentes no alfabeto romeno, e não apenas "A com acentos".

Vogais:
Repare a seguir, que as diferenças mais notáveis entre os sons das vogais portuguesas e as vogais romenas, é que em romeno não existe classificação das vogais como "fechadas" (como "Ô" ou "Ê"), "abertas" (como "Ó" ou "É") e nem "nasais" (como "Ã"). Em geral, todas as vogais romenas poderiam ser classificadas como "fechadas". A língua portuguesa tem uma fonologia muito complexa para os estrangeiros. A língua romena é muito mais simples.

A - Semelhante ao "A" português. Porém, em romeno ele é pronunciado um pouco mais "pra dentro". Essa diferença não interfere na compreensão das palavras, portanto a diferença é um tanto irrelevante.
 ou Î - Semelhantes ao "Ã" português, isto é, soa muito como a letra A (com til) em "pão". Mas cuidado: em romeno não existem sons nasais (pronunciados com o auxílio da passagem do ar pelo nariz), e em português, o "Ã" é nasal. Tente pronunciar um "Ã" com o nariz tampado pra ter uma idéia do que é... Esse som é um pouco difícil de aprender a pronunciar, e difícil de explicar sem recorrer aos termos da fonética (estou evitando usá-los), mas a prática resolve (espero eu). Repare que em romeno, são duas letras diferentes, mas elas são perfeitamente idênticas, elas têm o mesmo som.
Ă - Semelhante ao "Ã" português. Esta letra tem um som parecido com o da letra romena "Â". Repare que o símbolo sobre o "A" é na verdade um símbolo fonético que chamamos de "breve" (o nome desta letra é 'A' breve). Viu, o romeno tem três sons da letra "A": "A", "Â" e "Ă". Eu gosto de chamar essa confusão de "a confusão dos A"...
E - Praticamente igual ao "E" português. Mas atenção: em romeno não existe o som "É", como por exemplo na palavra portuguesa "pé" ou "anel". Você já ouviu um falante de espanhol tentando falar português? Geralmente eles pronunciam "anÊl" ao invés de "anÉl", e "Êla" ao invés de "Éla". A língua portuguesa é típica por ter diversas letras com ambos os sons "aberto" ("é") e "fechado" ("ê"), mas repare que isso não é característica da língua romena.
I - Praticamente idêntica ao "I" português.
O - Praticamente igual ao "O" português. Observe que, como ocorre com a letra "E", em romeno as vogais são todas "fechadas", isto é, eles não conhecem os sons "É" nem "Ó". Apenas "Ê" e "Ô".
U - Praticamente idêntica ao "U" português.

Consoantes:
As maiores diferenças entre os idiomas português e romeno, no que diz respeito aos sons das letras consoantes do alfabeto, é que o "C" em romeno tem sempre um som de "TCHE" quando vem antes de "E" ou "I", e o "G" em romeno tem sempre um som de "DJE" quando vem antes de "E" ou "I". Lembra muito o idioma italiano, não acha?

B - Semelhante ao "B" português. Sem diferenças notáveis.
C - Idêntico ao "C" português quando vier antes de "A", "Â", "Î", "O" ou "U". Som de "TCHE" quando vem antes de "E" e som de "TCHI" quando vem antes de "I".
D - Semelhante ao "D" português. Sem grandes diferenças, a não ser porque é geralmente pronunciado com a língua encostada atrás dos dentes superiores, o que pode soar diferente para falantes do português (em português o "D" é normalmente pronunciado com a língua encostada no céu da boca). Mas isso não interfere na compreensão das palavras, é uma diferença irrelevante (a não ser que pretenda falar "com sotaque"; mas se for o caso, estude lingüística geral e fonética!).
F - Semelhante ao "F" português. Sem diferenças notáveis.
G - Idêntico ao "G" português quando vier antes de "A", "Â", "Î", "O" ou "U". Som de "DJE" quando vem antes de "E" e som de "DJI" quando vem antes de "I".
H - Se você sabe inglês, o som do "H" é igual ao do inglês. Em português não existe som correspondente.
J - Semelhante ao "J" português. Sem diferenças notáveis.
K - Semelhante ao "K" português. Sem diferenças notáveis.
L - Semelhante ao "L" português. Mas repare que em português, quando o "L" é a última letra de uma palavra, nós costumamos reduzir o som para uma espécie de "U" átono (costumamos pronunciar "sau" ao invés de "sal"). Em romeno, o "L" tem sempre o mesmo som, não importa a posição em que estiver numa palavra.
M - Semelhante ao "M" português. Sem diferenças notáveis.
N - Semelhante ao "N" português. Sem diferenças notáveis, a não ser pelo fato de que palavras romenas podem terminar em "N" (o que é impossível em português), e ela não forma dígrafos ("NH" não existe em romeno) e não tem som nasal quando aparece depois de uma vogal (porque não existem sons nasais em romeno).
P - Semelhante ao "P" português. Sem diferenças notáveis.
R - Semelhante ao "R" português, mas atenção: não existe aquele som do "RR", como em "caRRo" ou "Rato", apenas o som do "R" como em "baR" ou "paRte". O "R" é sempre parecido com o "R" espanhol.
S - Semelhante ao "S" português, mas o som é sempre igual ao som do "S" em "Sapo". Em romeno, a letra "S" nunca tem aquele som de "Z" como em "caSa" ou "peSo". Nem aquele som de "CH" como tipicamente os cariocas gostam de pronunciar ("paCHta" ao invés de "paSta"...)
Ş - Praticamente idêntica ao "CH" em "CHapéu" ou "breCHa". Aquele sinal debaixo do "S" é um "cedilha". Em português temos o "C"-cedilha ("Ç"). Acostume a escrever o "S"-cedilha também.
T - Semelhante ao "T" português. Sem diferenças notáveis.
Ţ - Tem um som de "TZ". Não existe esse som em português. Mas, comparando com o italiano, é idêntico ao som da letra "Z". O sinal debaixo do "T" é um "cedilha".
V - Semelhante ao "V" português. Sem diferenças notáveis.
X - Tem um som de "KZ". É semelhante ao "X" na palavra "aXila". Em romeno, o som não muda, então "X" se pronuncia sempre como "KZ".
Z - Semelhante ao "Z" português. Sem diferenças notáveis.

Entendeu? Mais ou menos? Não entendeu nada?
É simples, me pergunte :-)

sábado, 26 de setembro de 2009

Letras de músicas

Bom, aqui eu vou postar a letra da música Noapte Bună, do Voltaj. Na postagem anterior eu coloquei um link para baixar o mp3, então se você não conseguiu entender nada, aqui está a letra da música em romeno (talvez haja algum erro, por favor me avise se achar algo errado):

Voltaj
Noapte bună


Lasă lumea să zică ce vrea
Nu mai crede asculta-ţi inima
Ştii prea bine
Numai ţie ţi-aş da
Jumatate din pernă mea

Poţi să taci
Eu ştiu bine ce zici
Ştiu ce sinţi
Chiar de nu eşti aici
Şi adorm aşa
Lângă inima ta
Dăcă unii spun că te mint
Nu nu-i crezi fiindcă ştii tot ce simt
Şi adormi aşa
Lângă inima mea

Lasă lumea să zică ce vrea
Nu mai crede asculta-ţi inima
Ştii prea bine
Numai ţie ţi-aş da
Jumatate din pernă mea

Dăcă o noapte aş fi plecat
Dimineaţa ai ştii ce-ai visat
Şi adorm aşa
Lângă inima ta
Nu e munte să nu-l poţi urca
Când de-ţi strâns de mâna mea
Şi adormi aşa
Lângă inima mea

Lasă lumea să zică ce vrea
Nu mai crede asculta-ţi inima
Ştii prea bine
Numai ţie ţi-aş da
Jumatate din pernă mea

Músicas do Voltaj

Hoje resolvi postar links para algumas músicas em formato .mp3, para que vocês escutem e "afinem" o ouvido. Ah, e aqui não tem link quebrado, eu testei todos :)

Esse grupo chama-se Voltaj, e eles tocam um som pop/eletrônico. Se você gosta desse gênero, vale a pena fazer um download (ou todos).

Voltaj - N-ajunge
Voltaj - Noapte bună
Voltaj - Povestea oricui
Voltaj - Dematurizarea
Voltaj - De mâine
Voltaj - Tu
Voltaj - 20
Voltaj - Iarna
Voltaj - Un pas în faţă
Voltaj - Eu cu mine
Voltaj - Toamnă în doi
Voltaj - Hai
Voltaj - Vară trecută

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O Castelo de Bran

Vocês já ouviram falar no Drácula? Lógico.
Pois é, corre a lenda de que o Castelo de Bran, localizado pelas redondezas da cidade de Braşov, mais especificamente no condado de Bran, teria sido a morada do "rei dos vampiros"... Será?

Você quiz dizer: Castelo do Drácula?
O Castelo de Bran, localizado próximo de Bran (na vizinhança da cidade de Brasov, no condado com o mesmo nome), é um monumento nacional e marco histórico da Romênia. A fortaleza situa-se na fronteira entre a Transilvânia e a Valáquia, pela estrada 73, encravado na floresta no sopé pés dos Cárpatos. Conhecido habitualmente como o "Castelo do Drácula", é promovido como a residência da personagem que dá título ao Drácula de Bram Stoker, obra que conduziu à persistência do mito de que este castelo terá servido, em tempos, de residência ao Príncipe Vlad Tepes, governador da Valáquia.

Atualmente, o castelo alberga um museu aberto ao público, exibindo peças de arte e mobiliário coleccionados pela Rainha Maria. Os turistas podem ver o interior em visitas livres ou guiadas. Ao fundo da colina situa-se um pequeno parque museu ao ar livre, o qual exibe estruturas camponesas tradicionais da Roménia, como cabanas e celeiros, representando todo o país.

História do Castelo do Drácula (quer dizer, do Castelo de Bran)
Cerca de 1212, os cavaleiros da Ordem Teutónica construíram o castelo de madeira de Dietrichstein como uma posição fortificada na região de Ţara Bârsei, à entrada do vale pelo qual os mercadores haviam viajado por mais dum milénio, embora este edifício tenha sido destruído, em 1242, durante a Invasão mongol da Europa. O primeiro documento que menciona o Castelo de Bran é um acto emitido por Luís I da Hungria, datado de 19 de Novembro de 1377, pelo qual o rei concedia aos saxões de Kronstadt (Braşov) o privilégio de construir a cidadela de pedra; a instalação de Bran começou a desenvolver-se na vizinhança. O castelo começou por ser usado na defesa contra o Império Otomano em 1378, e mais tarde tornou-se num posto aduaneiro n passo de montanha entre a Transilvânia e a Valáquia. O castelo pertenceu, por um curto período, a Mircea I da Valáquia. O príncipe Vlad Tepes, apelidado de "o Empalador", que serviu como inspiração histórica para o personagem principal do romance Drácula, do escritor irlandês Bram Stoker, utilizou em várias ocasiões este castelo com fins militares durante o seu reinado, no século XV. Embora Vlad Ţepeş não tenha, de facto, vivido no Castelo de Bran, acredita-se que terá passado dois dias fechado nas masmorras enquanto os otomanos controlavam a Transilvânia. A associação a este governante, aliada às suas torres pontiagudas e à sua localização remota, tem rendido fama ao castelo, uma vez que o local constitui um cenário perfeito para um filme de terror.

A partir de 1920, o castelo tornou-se numa residência real do Reino da Roménia. Foi a residência principal da Rainha Maria da Roménia, sendo amplamente decorado com artefactos da sua época, incluindo mobiliário tradicional e tapeçarias que ela coleccionou para destacar o artesanato e as habilidades romenas. À sua morte, ocorrida em 1938, o castelo foi herdado pela sua filha, a Princesa Ileana da Roménia. Em 1948, já depois do final da Segunda Guerra Mundial e da expulsão da família real da Casa de Hohenzollern-Sigmaringen, o castelo foi ocupado e nacionalizado pelo regime comunista, tendo sido transformado em museu.

Em 2005, o governo romeno fez passar uma lei especial que permitia a restituição dos bens ocupados pelo governo comunista em 1948, como o Castelo de Bran, aos seus legítimos proprietários. No dia 26 de Maio de 2006, a Roménia, agora um estado membro da União Europeia, devolveu a posse do castelo ao Arquiduque Dominic da Áustria, Príncipe da Toscânia, conhecido como Dominic von Habsburg, um arquitecto a residir no Estado de Nova York e filho e herdeiro da Princesa Ileana. Conforme um acordo com o Ministério da Cultura romeno, o Castelo de Bran, o segundo edifício mais visitado pelos turistas do país, logo a seguir ao Castelo de Peles, deverá conservar as funções de museu até 2009.

Em 2007, Dominic von Habsburg colocou o castelo à venda (avaliado pela revista norte-americana Forbes em cento e quarenta milhões de dólares, que o considera como o segundo imóvel mais caro do mundo à venda no mercado), pelo preço de 40 milhões de libras (78 milhões de dólares). No dia 2 de Julho de 2007, Michael Gardner, Presidente e Chefe Executivo da Baytree Capital, a firma de investimento nova-iorquina escolhida para criar um plano para o castelo e vendê-lo, previu que poderia vendê-lo por mais de 135 milhões de dólares, mas acrescentou que Dominic von Habsburg só o venderia a um comprador "que trate a propriedade e a sua história com o respeito apropriado".

Em Setembro de 2007, um comité de investigação do Parlamento da Roménia declarou que a devolução do castelo a Dominic von Habsburg era ilegal, uma vez que violava o direito romeno de propriedade e sucessão. No entanto, em Outubro do mesmo ano, o Tribunal Constitucional da Roménia rejeitou a petição parlamentar na matéria. Adicionalmente, uma comissão de investigação do governo romeno emitiu uma decisão, em Dezembro, reafirmando a validade e legalidade dos procedimentos de restituição, confirmando que a devolução era feita em total conformidade com a lei.

Este artigo foi extraído da Wikipédia! Que coisa mais feia!
Se desejar, leia o original, porque esse foi editado!
http://pt.wikipedia.org/wiki/Castelo_de_Bran

Fata cu şosete de diamant

Fata cu şosete de diamant
(Mircea Cărtărescu)


zveltă ca o pipetă
trece pe bicicletă
fata cu şosete de diamant.
ea are părul de diamant
şi faţa de diamant
şi fustă verde de brocart.
în pulpa de sticlă a acestei fetiţe
se vede săpat un mecanism cu rotiţe
şi un piston de argint.
rotiţele se rotesc
pistonul pompează
şi adolescenta înaintează
târându-şi părul de diamant pe Calea Moşilor.

sub bluza de fildeş
sub sânul ce-ntinde-şi
boticuri rotunde de diamant
ea are cosiţe
legate cu liţe
şi coastele ei sunt cu totul de diamant.
dar aici, în colivia toracică, ea are un colibri.
la etajul patru al colibriului locuiesc eu.
acum stau la fereastră şi mă uit la pomii de muşama.

ce bine e în pieptul ei!
cerul e albastru ca peruzeaua!
norii sunt de plastilină colorată
cum tu, cititorule, poate că n-ai văzut niciodată
(pe tine poate nu te-a iubit nici o fată...)
aicea soarele e de zgârci, luna de porţelan
şi până şi tractoriştii îl ştiu pe de rost pe Paul Celan
şi până şi păpădia şi muşeţelul
sunt trase de chinezi, cu penelul.

ce fermecată lume! trec prin seară
taxiuri de cleştar şi scorţişoară
şi printre limuzine se strecoară
fata cu şosete de diamant.
în şoldu-i de sticlă
are o pâclă
de rotiţe dinţate şi un piston de argint.
rotiţele se rotesc, pistonul pompează
şi adolescenta înaintează
târându-şi părul de diamant pe Calea Moşilor.

Um pouco de literatura

Olá, pessoal.
Bom, hoje eu resolvi incrementar o blog (já estava na hora, né). Pra começar, estou postando alguns poemas romenos. A grande maioria dos poemas (ou todos eles) eu copio do site que eu indiquei na última postagem. Quem gosta de poesia e quer ler (ou tentar, para praticar a leitura) outros poemas romenos, é só entrar lá. Se você reparar, tem até poesia portuguesa por lá...

O site de poesia é esse aqui:
http://www.romanianvoice.com/poezii/index.html

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Afinal, nenhum país é perfeito...

Não quero aqui promover uma visão negativa da Romênia, mas apenas mostrar que todo país tem seus problemas políticos e socio-econômicos. A Romênia não fica de fora, e assim como todos os outros países do mundo, também tem seus problemas.

Tudo bem, a Romênia é um país do esquecido "Segundo Mundo", aqueles que saíram de um regime comunista e permaneceram com uma economia enfraquecida. Mas isso não justifica querer pôr em prática o que eles propõem aqui: reduzir em 70% o currículo escolar dos estudantes do país todo. O presidente aprova. A secretária aprova. O que eles querem? Romenos servindo como mão-de-obra barata no futuro, trabalhando espalhados pela Europa afora? Afinal sempre foi assim: os que têm mais conhecimento sempre dominaram os que têm menos - alguém lembrou dos antigos romanos?

Veja a reportagem da TVR:

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Romênia se reerguendo

A Romênia foi antigamente uma sociedade comunista. Hoje, o país tenta se reerguer para sair da miséria imposta pelo comunismo. Veja no vídeo:

Crença em fantasmas

Os romenos são particularmente um povo muito supersticioso. Lá eles acreditam em fantasmas, vampiros, espíritos possuidores, esses tipos de seres que por aqui só servem para assustar as crianças na hora de dormir... mas isso faz parte da cultura romena, portanto, resolvi postar um vídeo do YouTube para que vocês percebam um aspecto importante da cultura romena.

sábado, 16 de maio de 2009

Links para começar

Bom, eu ando muito ocupado nos últimos meses, mas passei hoje pra deixar uns links úteis (eu espero).

- Descubra um pouco sobre a Romênia
- Descubra um pouco sobre a língua romena
- Clique aqui para fazer download da gramática completa da língua romena
- Assista a TVR (Televisão Romena) ao vivo
- Aulas de língua romena (obrigado pelo link, Mihaela)
- Aprenda o vocabulário romeno, site em português (obrigado pelo link, Mah)
- Aprenda o vocabulário, gramática e pronunciação do idioma romeno no Livemocha

Gostaria de pedir que vocês deixassem um comentário aqui, digam o que acharam deste primeiro contato com a língua romena (se é que foi o primeiro contato).
Também, se alguém tiver alguma dúvida em aprender romeno, ou dar alguma sugestão, ou criticar, é só mandar um e-mail (meu endereço esta aí do lado esquerdo, embaixo da minha foto). É importante eu ter um feedback pra que eu saiba o que vocês estão achando do blog, assim eu posso melhorá-lo, afinal de contas, eu já sei romeno, e o blog foi feito pra vocês, que têm interesse nesta cultura tanto quanto eu.

Ah, e eu vou tentar o blog atualizar mais freqüentemente!

Abraços a todos!

domingo, 5 de abril de 2009

Eu voltarei!

Escrevo este post hoje pra avisar que estou vivo. Sim! Estou aqui ainda, mas sem tempo nem disposição para atualizar o blog... Tenho muita coisa que acrescentar por aqui. Aí vai uma lista:

- Atualizar os posts anteriores com links úteis;
- Falar mais sobre a cultura romena;
- Adicionar aí do lado uma lista de sites bons para aprender romeno;
- E mais umas coisas que estou pensando agora nesse instante...

Enfim, sei que se você está aqui lendo isso agora, é porque está interessado no assunto. Eu não vou lhe deixar na mão. Se você me enviou algum e-mail e ainda não recebeu resposta, talvez eu ainda não tenha lido, ou então eu respondi, e a minha resposta foi parar direto na sua caixa de spam do seu e-mail. Se for o caso, vale dar uma olhada na caixa de spam. Isso acontece...

Ah, por favor, gostaria de pedir pra vocês votarem alí do lado na enquete: "Por que você está interessado na Romênia".

Aguardem, que vem coisa boa por aí!

Abraços a todos!

terça-feira, 17 de março de 2009

Metodologia de estudo - Parte 3

Etapa 5: Praticar, praticar, praticar...
Nessa última etapa, se você concluiu com sucesso as etapas anteriores, já é capaz de ler e escrever em romeno, e até falar e entender um pouco. Pois chegou a hora de botar em prática tudo o que aprendeu até agora. Sabendo ler e escrever em romeno, você já pode achar um amigo romeno para conversar e praticar, no MSN por exemplo. Se não entender algo, pergunte a ele. Também leia histórias, contos romenos, anotando palavras que você ainda desconhece, e olhe no dicionário na mesma hora. Não se limite só a ler, escreva em romeno também, invente alguma história e escreva em romeno, ou pegue um texto em português e traduza para o romeno. Ouvindo reportagens em romeno ajuda a "afiar" o ouvido. Eu costumo dizer que esta última etapa é talvez eterna, porque mesmo se você conseguir fluência em romeno, tanto escrita quanto falada, a língua esta sempre mudando. Novas expressões e neologismos vão surgindo, e você nunca vai saber tudo. Agora, aproveite que sabe uma nova língua estrangeira e use-a pra alguma coisa, senão você perde a prática. Pratique sempre e use a língua romena, faça amigos romenos, procure conhecer também a Romênia, leia e ouça rádios online e assista a filmes ou documentários romenos, na Internet há um monte deles.

Como o meu objetivo aqui é ajudar a aprender romeno, eu estou sempre à disposição de quem precisar de ajuda. Se não achar alguma palavra no dicionário, precisar de alguma tradução para português ou romeno, tirar alguma dúvida, dar sugestões ou simplesmente para trocar uma idéia em romeno (desde que nada disso seja abusivo) pode me enviar um e-mail, ou me adicionar no MSN.

Bons estudos pra vocês...

Clique aqui para ir à parte anterior: Metodologia de estudo - Parte 2
Clique aqui para ir à primeira parte: Metodologia de estudo - Parte 1

domingo, 15 de março de 2009

Metodologia de estudo - Parte 2

Etapa 4: Aprender a gramática
Bom, agora chegou o momento mais temido dos estudantes de romeno, e até da maioria das outras línguas. Estudar e aprender a gramática é a parte mais árdua e trabalhosa. Mas não desanime. Que é complicado no início, isso é verdade pra quem só sabe inglês intermediário. Mas é uma questão de tempo e dedicação. Esta é a etapa mais demorada. Creio que eu devo ter levado um ano para fixar na memória as regras gramaticas do romeno. Ou talvez menos tempo, nem reparei. Bom, na Internet tem uma gramática completa e detalhada do romeno, em formato PDF, escrito por Dana Cojocaru (Em breve vou postar aqui o link para baixá-lo). Estude essa gramática todos os dias, mas não se mate lendo e tentando decorar tudo, até porque não adianta. Tem que estudar um capítulo por vez, e exercitar. Por isso é necessário que você tenha um vocabulário básico da língua, para ter palavras o suficiente para formar frases aplicando as regras da gramática enquanto estuda. É muito importante esta parte! A gramática de uma língua existe para que você consiga formar frases completas seguindo as regras do idioma, então pratique muito. A ordem de estudo pode parecer óbvia, primeiro o mais simples, em seguida o mais complicado. Mas não funciona assim. Tem que ser o fundamental primeiro (que nem sempre é simples), e em seguida, o avançado (que pode ser muito simples, se souberes o fundamental). Eu costumo separar o estudo da gramática romena em 5 fases, e recomendo a seguinte ordem de estudo:

FASE 1: CONCEITOS FUNDAMENTAIS
- Ortografia e fonologia (alfabeto e pronúncia);
- Mutação morfo-fonêmica (alterações na forma e som das palavras, típico da língua romena);
- Sintaxe (ordem das palavras na oração);

FASE 2: SUBSTANTIVO, ARTIGO, ADJETIVO E DECLINAÇÃO
- Noções de Substantivo;
- Gênero masculino e feminino;
- Gênero neutro;
- Formação de Plural;
- Noções de declinação;
- Noções de artigo enclítico;
- Artigo definido (enclítico);
- Artigo indefinido (proclítico);
- Artigo demonstrativo;
- Caso nominativo/acusativo;
- Caso genitivo/dativo;
- Caso vocativo;
- Adjetivo;
- Declinação de adjetivo;

FASE 3: PRONOMES
- Pronomes pessoais;
- Pronomes de identificação;
- Pronomes de diferenciação;
- Pronomes de tratamento;
- Pronomes demonstrativos;

FASE 4: VERBO
- Noções de verbo;
- Particípio;
- Modo indicativo;
- Modo subjuntivo;
- Modo optativo-condicional;
- Modo presumptivo;
- Modo supino;
- Gerúndio;

FASE 5: ADVÉRBIO, CONJUNÇÃO, PREPOSIÇÃO E INTERJEIÇÃO
- Advérbio;
- Conjunção;
- Preposição;
- Interjeição.

Cada uma destas fases de estudo tem seu tempo independente. Eu geralmente demoro mais na parte da declinação, pois são muitas regras e exceções à essas regras, então costuma ser a parte mais complicada, mas precisa ser uma das primeiras coisas a serem aprendidas, pois em romeno tudo declina: substantivos, adjetivos, artigos e pronomes. Depois, a parte de verbos demora bastante também, devido à quantidade de modos verbais. A parte de pronomes é outra parte demorada, porque os pronomes declinam, como os substantivos, e existem vários tipos de pronome. As partes mais "tranqüilas", e que não oferecem tantos obstáculos, são a parte de advérbios, já que são palavras invariáveis, a parte de conjunções que também são invariáveis, e as interjeições, que são simplesmente palavras que expressam emoção e sentimentos.

Enfim, estudar toda essa gramática leva bastante tempo. E como já comentei, e repito, enquanto estuda a gramática você não deve deixar de ler e ouvir romeno. Pratique a gramática e pesquise no dicionário aquelas palavras desconhecidas. Sem prática você não vai aprender muita coisa, tem que praticar. Com o tempo, você já vai estar lendo e escrevendo romeno muito bem. Pra falar e entender é diferente, mas isso é matéria da próxima etapa, que você encontra na próxima postagem!

Clique aqui para ir para parte 3 (final): Metodologia de estudo - Parte 3
Clique aqui para ir para parte anterior: Metodologia de estudo - Parte 1

Metodologia de estudo - Parte 1

Neste post eu pretendo dar algumas dicas e mostrar o meu método de aprendizado. Se eu consegui aprender romeno através deste método que eu mesmo desenvolvi, qualquer outra pessoa pode ser capaz. Aí vai o passo-a-passo, em três partes. Aqui é a primeira parte:

Etapa 1: Descobrir
A primeira coisa é descobrir a língua romena. Quando você ouve falar ou lê algo que apenas cita o romeno, você pode ficar curioso. Para descobrir algum idioma, basta dar uma olhada numa descrição dele em linhas gerais, ter uma visão geral do idioma, pra saber qual o povo que o fala, onde se fala, quantas pessoas o falam, características típicas, e ver algumas palavras simples, sem se preocupar em entender o que significam. Se você leu o meu post anterior, "Visão geral da língua romena", você ja passou por essa etapa. É a parte mais simples e rápida, serve simplesmente pra você não pagar mico quando perguntarem "Você sabe que língua falam na Romênia?". Tem gente que responde "Que língua falam onde?", ou simplesmente "Ah, eles falam russo, né". Depois que você souber responder essa pergunta, já passou a primeira etapa, com sucesso.

Etapa 2: Familiarizar-se
Ao primeiro contato com a língua romena, voce pode achar parecido com o português, já que algumas palavras em romeno são facilmente reconhecíveis. Mas você também pode achar esquisito, aquele monte de ditongos, tritongos, hiatos, encontros consonantais atípicos do português (tipo ZB) e se assustar com a quantidade de modos verbais e com o fato do romeno declinar os substantivos e adjetivos, que nem o latim. Mas eu garanto, não é assim tão difícil. A segunda etapa é se familiarizar com a língua. Isso significa literalmente, se acostumar com ela. Isso se consegue lendo textos e escutando pessoas falando romeno. Ainda não se preocupe em entender o que está lendo, ou ouvindo. Leia os textos apenas identificando aquelas palavras que acha parecido com português. Olhe com atenção para aquelas palavras que achar mais estranhas. É até legal, caso você seja curioso, olhar num dicionário de romeno na Internet pra saber o que elas significam. Entre em sites que transmitam programas de rádio online, escute estações de rádio de notícias da Romênia, preste bastante atenção no sotaque, tente identificar palavras que te parecem português. Não escute imaginando que seja uma língua alienígena (o que é muito provável na primeira vez que se escuta romeno), tente se sentir bem à vontade, finja que está entendendo tudo o que falam. Sem dúvida, você vai estar literalmente fazendo ginástica com o seu cérebro. Esta etapa demora um pouco, você tem que ler bastante e ouvir bastante, pra se acostumar e pra que não lhe pareça alienígena. Uma prática excelente também é escolher um estilo musical que você goste, pesquisar cantores romenos que tocam esse estilo, e baixar música deles. Sabe quando você escuta música em inglês e fica cantando (ou tentando) mesmo sem saber o que diz? É exatamente isso que tens que fazer, só que nesse caso, cante em romeno. Imite os sons da língua, é simples. Bom, a partir do momento que você se sentir totalmente à vontade, e quando ver um texto na Internet em romeno, puder identificar que aquilo é romeno, ou ouvir alguém falando romeno ou uma música, e puder dizer "Isso daí é romeno", você completou a segunda etapa. Em resumo, é o seguinte: leia, ouça, e imite, até se acostumar. Isso é se familiarizar.

Etapa 3: Adquirir o vocabulário básico
Nessa etapa, você começa a aprender o nome das coisas em romeno. Nomes de objetos, animais, cores, partes do corpo, órgãos, sentimentos, números, pronomes e adjetivos, etc. Essa etapa é bem legal. Como sempre, a Internet é seu melhor professor. Baixe um dicionário romeno-inglês, ou se encontrar (muito raro) um romeno-português. Faça você uma lista categorizada. O que é isso? É uma lista classificada em categorias específicas. Agrupe palavras em português por categorias como cores (azul, vermelho), animais (gato, rato), números (um, dois, três), órgãos (pulmão, coração, cérebro), móveis da casa (mesa, cadeira), etc. Então, procure essas palavras no dicionário em romeno e inclua na lista, no formato simples "palavra em português=palavra em romeno". Não encha tudo de uma vez, umas 10 ou 15 palavras por dia em cada categoria é suficiente. Estude-as e memorize. Essa parte é de decoreba mesmo. Tem um jeito bem fácil se você for bom em desenhar: desenhe o objeto e ao lado escreva o nome dele em romeno, não em português. Seu cérebro associa a imagem diretamente à palavra correspondente. É como as crianças aprendem a falar. Apontam um objeto, você diz o nome, e ela associa o objeto ao som da palavra que ela ouviu você dizer. Daí ela não esquece mais, é instantâneo. Ah, e não pode esquecer de continuar a ler e ouvir romeno! Mas dessa vez, anote palavras desconhecidas e junte na lista pra ver no dicionário. Faça isso até saber o vocabulário básico, pois precisará dele na próxima etapa, que eu explico na próxima postagem.

Clique aqui para ir para parte 2: Metodologia de estudo - Parte 2

Visão geral da língua romena

O idioma romeno é uma língua românica (neolatina) falada por aprox. 24 a 28 milhões de pessoas. É língua oficial na Romênia, Moldávia e na província de Vojvodina, na Sérvia. A classificação genética da língua romena é: Indo-européia > Itálica > Românica > Românica Oriental > Romeno. Existem 3 dialetos do romeno, que são dificilmente compreensíveis entre si: Istro-romeno, Megleno-romeno, e Arômeno. O idioma romeno propriamente dito, se distingue pela denominação Daco-romeno.

De todas as línguas românicas, o romeno é uma das mais isoladas, e é provavelmente a mais conservativa de todas, já que foi a única que reteve o sistema completo de casos nominais (declinação de substantivos), enquanto que as outras línguas, como o português, francês e italiano, eliminaram completamente esse sistema há muitos séculos.

Substantivos e adjetivos romenos declinam-se em função de:

- Gênero (masculino/feminino)
- Número (singular/plural) e
- Caso (nominativo-acusativo/genitivo-dativo/vocativo).

Verbos romenos conjugam-se em:

- Pessoa (1a, 2a e 3a)
- Número (singular/plural)
- Voz (ativa/passiva)
- Tempo (pretérito/presente/futuro) e
- Modo (infinitivo, indicativo, subjuntivo, particípio, gerúndio, imperativo, presumptivo, optativo-condicional, supino)

Em termos de fonologia (sonoridade das palavras), o romeno soa parecido com o italiano e um pouco com o espanhol. É freqüente e típico do romeno, combinações de múltiplas vogais, como p. ex. O-A-I-E-I no nome de uma comuna romena, chamada "Podu Iloaiei". Outras combinações de vogais muito freqüentes são OA, OAIE, OI, EIE, IA, EA, EAUA, EAI, AU, como em "boală", "foaie", "femeie", "iad", "şosea", "steaua", "ceai" e "râu". Típicas combinações de consoantes são ZB, ZG, SM, SF, CH, STR, SC, NM, e HR, como por exemplo em "a zbura", "zgomot", "smoală", "sfoară", "cheie", "stradă", "şcoală", "a inmulţi" e "a hrani".

sábado, 14 de março de 2009

Como comecei a estudar romeno

Olá.
Eu comecei a estudar a língua romena, acredito eu, no ano de 2004 ou 2005, então hoje isso já faz uns 4 ou 5 anos, e eu devia então ter uns 16 anos.

Tudo começou como uma curiosidade. Sou um cara muito curioso, e quando algo me chama atenção, não consigo descansar enquanto não matar essa sede que eu tenho, a sede do conhecimento. Lendo um livro didático de Língua Portuguesa do Ensino Médio, na parte que falava sobre a história da nossa língua e conseqüentemente do latim, reparei numa lista das línguas neo-latinas mais faladas no mundo atual. Lá tinha espanhol, francês, italiano, catalão, provençal, e lá pro final da lista, antes de sardo e galego, estava o romeno. Não sei explicar o porquê, mas o romeno me deu uma curiosidade imensa. Decidi então que eu ia descobrir que língua era aquela e se eu achasse suficientemente interessante, eu iria aprender. Como eu já falava inglês na época, pra encontrar material de estudo não foi muito difícil. Digitando termos em inglês como "Romanian Language", aparece uma infinidade de sites, fontes e mais fontes. Mas comecei pela Wikipédia. Lá tem uma descrição bem básica e alguns exemplos da língua. Lá na Wikipédia eu tive uma noção do que era a língua romena, onde se falava romeno, como se desenvolvera e algumas palavras e frases já traduzidas. Essa etapa serviu pra, quando alguém me perguntasse: "Tu sabes o que é a língua romena?", eu pudesse responder. Mas enfim, depois desse primeiro contato com o romeno, acabei me interessando muito por aquele idioma "esquisito" que mais me pareceu um português todo embaralhado, dalí em diante só me restava continuar em busca de mais e mais fontes de estudo. Quanto mais eu lía e conhecia a língua romena, mais eu me apaixonava.

Neste blog, eu espero ajudar a todos os que, assim como eu, por algum motivo sentiram a curiosidade ou até (quem sabe) a necessidade de aprender romeno. Quero dar dicas de como e onde aprender, já que eu AINDA não sou professor. Uma coisa eu digo pra vocês sem dúvida: na falta de um professor, a Internet faz um ÓTIMO trabalho, isto é, desde que você se empenhe em correr atrás de material e estudar, estudar e estudar. Não adianta você se matar de ler e memorizar tudo. Você tem que gostar de aprender. Sem um mínimo de dedicação não se aprende nada. O conhecimento esta lá. Basta que você vá atrás dele.

Lembre-se SEMPRE:
Nenhum conhecimento nesse mundo é tão difícil que você não seja capaz de absorvê-lo. Dedique-se, e você pode sim chegar lá.